Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Textos Satânicos Satanismo e Raça

Satanismo e Raça

raca.jpgONA, 1991eh.

O propósito deste MS é explicar o Satanismo tradicional em relação com a "raça" desde que é um fato desafortunado que muitos não-Iniciados deste particular Caminho da Mão Esquerda revelam uma total falta de entendimento do tópico, e ver o uso de uma tática particular por Satanistas tradicionais como uma parte da 'visão-de-mundo' Satanista.
O objetivo estratégico fundamental (ou 'longo-alcance') do Satanismo é elevar a consciência de todos os indivíduos (sem ligação com raça) para no mínimo o que pode ser atualmente descrito como 'consciência de Adepto': isto é, para liberar o indivíduo, internamente externamente, e assim criar um novo tipo de ser humano - alguém que atingiu o próximo estágio de nosso desenvolvimento evolucionário. O caminho do Satanismo tradicional - seus rituais, técnicas, provas e métodos - é um meio de permitir o desenvolvimento desta liberação dentro do indivíduo. Entretanto, este caminho requere comprometimento e um esforço próprio por muitos anos.

Mais adiante, Satanistas tradicionais não acreditam que o caminho por si próprio pode ser feito de qualquer forma fácil - isto é, não há nenhum 'atalho' para adquirir verdadeiro Aprendizado e além. Não é uma questão de alguém aceitando um dogma, de ser 'convertido' a uma religião, ou de simplesmente executando ritos mágicos. É uma completa mudança de um modo de vida, uma total rejeição de muitas estruturas e formas existindo presentemente que asfixiam seu potencial e que mantém indivíduos na escravidão, frequentemente insconscientemente. Em resumo, Satanismo é revolucionário.

Devido à isto, a realização do objetivo final Satânico levará um longo tempo - muitos séculos, senão milênios. Satanistas são ambos pragmáticos e racionais: eles tem estudado os processos da mudança evolucionária como estas relatam aos indivíduos e tem desenvolvido meios para ajudar a realização do objetivo final. Eles sabem das realidades as quais pertencem, e suas avaliações de meios e táticas são práticos. Eles evitam as mistificações de muitos destes Envolvidos em Ocultismo da mesma forma que eles não são sonhadores idealistas que confiam em alguma 'inefável' lei ou entidade sobre-pessoal para fazer seu trabalho para eles. Eles são práticos, calculistas e se necessário brutais.

A realidade é que energias Aeônicas - isto é, a 'força' que cria um desenvolvimento evolucionário da consciência - é presenciada, na Terra, através de uma específica civilização aeônica. Isto é, que tal mudança evolucionária é alcançada por meios de tal civilização. Em qualquer período Aeônico (que dura entre um ou dois milênios) apenas uma tal civilização existe e está criando uma mudança evolucionária em alta-escala. Quando aquela civilização declina (quando as energias Aeônicas de um particular Aeon estão diminuíndo) ali é presenciado outro tipo de energia Aeônica, que desde então desperta outra civilização aeônica, e assim muda adiante.

Presentemente, a civilização é a 'Ocidental' ou Faustiana, e esta civilização, como todas as civilizações aeônicas, deve terminar num Imperium. Este Imperium é parte do processo evolucionário de mudança. Tal mudança ocorre geralmente pela maioria dentro daquela civilização sendo motivado (inconscientemente) pelo ethos ou Destino daquela civilização - isto é, eles criam mudança sem estar conscientemente despertos do que estão fazendo. Uns poucos indivíduos sabem o que está atualmente ocorrendo - isto é, eles tem um entendimento e uma percepção maior do que a maioria. Estes poucos são os genuínos Iniciados das tradições esotéricas. Este conhecimento lhes fornece um certo poder - para que eles possam usá-lo para produzir mudanças de acordo com seus desejos/objetivos. Em efeito, eles são os guardiães secretos da mudança evolucionária.

Até aqui, mudança aeônica tem sido natural - um processo de crescimento orgânico. Com cada civilização aeônica, havia uma lenta mudança evolucionária em direção à grande consciência e assim crescimento individual. Más esta mudança é muito lenta, e apenas uma minoria tem alcançado qualquer progresso real em termos de alcançar o potencial inerente em todos nós como uma espécie.

Genuínas tradições esotéricas são um meio de fazer esta mudança mais amplamente disponível, de alterar conscientemente, acelerando, o processo natural de evolução. Este processo de mudança, não é, entretanto, linear ele é frequentemente de "dois passos à frente, um (às vezes dois) passos para trás. E, além disto, ele é finamente equilibrado - ele pode facilmente tornar-se numa regressão.

Satanismo entende o símbolo arquetípico de 'Satan' como o arquétipo para a mudança positiva evolucionária. Entretanto, a presente civilização aeônica, a Faustiana ou Prometeana (ou, esotericamente, a Satânica) tem sofrido uma distorção de seu ethos ou Destino. Num sentido simples, a civilização tem se tornado doente e uma consequencia disto é que este Imperium é improvável - isto é, a mudança evolucionária a qual esse Imperium teria provocado é improvável de ocorrer. Uma das mudanças mais significantes causadas pelo Imperium teria sido a colonização do Espaço exterior e assim a criação de inteiramente novas estruturas sociais.

A doença da civilização pode ser descrita, em termos simples, como um retorno à uma restritiva visão dogmática do mundo - e uma a qual tem minado o Destino da civilização. Uma faceta deste dogma é a religião do Nazareno e aquelas formas sociais e políticas que derivam dela. Novamente expressado de forma simples, esta doença mina a vitalidade dos povos da civilização - coloca-os longe das realizações externas de um tipo Imperial, como a exploração e conquista de novos ambientes, e em vez disso em direção à eles mesmos. O mundo externo é abandonado pelos problemas do interno.

Satanismo Tradicional reconhece a realização de um Imperium Prometeano como um passo adiante alcançando o objetivo final Satânico. Depois deste Imperium, não uma más muitas outras civilizações irão se erguer devido à expansão além dos confims da Terra. O objetivo final será talvez realizável dentro de um milênio.

Para alcançar Imperium, tem que haver dentro da maioria das pessoas da civilização, um senso de Destino - eles são vitalizados por aquele Destino. Neste estágio de nosso desenvolvimento evolucionário, a maioria ainda está escrava de formas arquetípicas - eles ainda são motivados inconscientemente, ainda não despertos totalmente. Isto é, eles não são ainda indivíduos inteiros, únicos. Eles são parte do destino do Aeon e assim o Destino da civilização. Isto é a realidade. O Imperium não pode ser criado por palavras - por racionalmente convencendo outros; por simplesmente acreditando nele. Ele é criado por ação numinosa entre a maioria - por esta maioria sendo liderada por uma minoria carismática, e por indivíduos de carisma que acreditam que eles tem um Destino. Em efeito, estes indivíduos carismáticos encarnam o Destino da própria civilização. Eles encarnam as esperanças inconscientes e aspirações da maioria.

Neste estágio de desenvolvimento evolucionário, este Destino precisa e pode apenas ser em suas origens um racial: derivado de um senso de superioridade, um instinto. Ele não pode ser derivado de idéias abstratas - elas estão mortas, e enquanto elas podem influenciar alguns poucos, elas nunca podem persuadir a maioria e permitir à maioria se sobressair e assim criar algo bem além deles mesmos.

Esta é a avaliação Satânica prática. Para criar um Imperium - o que de necessidade significa reagir à doença da civilização - é necessário dar uma forma prática à certos instintos poderosos. Ele significa usar os povos da civilização como instrumentos para mudança Aeônica. Ele significa retorná-los para o que teria sido a consequência natural da civilização não teria a maioria deles caírem presas para a doença. Em resumo, ele significa uma ressurreição de um senso de superioridade racial entre os Europeus - e a criação de sociedades que personificam esta crença. Ela significa separação racial em ordem de dar um senso de Destino e assim vitalizar a maioria.

Isto, entretanto, é uma tática de um ponto de vista Satânico - um meio de atingir objetivos Satânicos, através da civilização Faustiana/Ocidental/Prometeana/Satânica. Neste momento do tempo, apenas esta civilização com a sua tecnologia, é capaz de atingir o objetivo de colonização do Espaço exterior - esta tecnologia tem que ser vitalizada por um senso de exploração entre a maioria.

Assim, Satanismo, como parte de sua estretégia sinistra, pode encorajar estas formas/crenças/grupos e assim por diante nos quais expressa este tipo de Imperium. Por exemplo, os atuais 'movimentos de extrema Direita'. Nisto, Satanistas estão sendo Sinistros - eles não estão expressando ou apoiando tais opiniões, como 'racismo' por exemplo, porque eles acreditam neles, más porque eles sabem que estas opiniões podem ou não podem ajudar seus objetivos Satânicos, em particular por reagir à doença espiritual Nazarena.

Assim, um empurrão de ação Satânica, no mundo real isto é, o que Iniciados Satânicos fazem para presenciar forças obscuras - neste tempo presente é ajudar a criação de tal Império e criar condições mundiais que podem permitir seus objetivos serem cumpridos (por exemplo, em termos de alianças estratégicas com outros países não parte do Império).

Este Império, entretanto, não será um puramente agressivo que busca a destruição de outras, não-Européias, raças. Especialmente, ele buscará - uma vez que suas próprias estruturas estão seguras para encorajar as outras raças para existir e florescer dentro de suas próprias nações, e então finalmente, uma Federação de tais nações (todas das quais respeitando cada outra) para aumentar o objetivo da exploração Espacial. Isto é, o mundo precisa ser re-organizado na base dos fortes, independentes Estados raciais - deve haver, por exemplo, a criação de uma América Negra, ocupando parte do que é atualmente os EUA. Esta re-organização é baseada nas realidades que existem no mundo agora. Ela é uma solução para os problemas, os quais se não forem resolvidos desta forma irão no final das contas levar para um severo atraso evolucionário.

Então, outro empurrão de ação Satânica, no mundo real neste tempo presente é ajudar a criação de tais Estados baseados em raça - por exemplo, eles podem apoiar 'Muçulmanos Negros' que desejam uma nação separada nos EUA e em outros lugares.

Este esboço da estratégia global Satânica é de necessidade breve e de alguma forma muito simplificada. Más ela deve permitir as táticas que são às vezes usadas para serem entendidas em contexto. De necessidade, estas táticas são sinistras - elas podem provocar ou causar conflito; possivelmente violência; talvez morte; às vezes 'quebra-da-lei'. Frequentemente, as táticas são revolucionárias. Más elas são todas meios, para alcançar objetivos Satânicos, e Satanistas as usam - ou influenciam outros para usá-las - sabendo o que eles estão fazendo. Eles entendem a estratégia, o objetivo final, e por assim agir no mundo real eles estão sendo Satânicos.

Genuíno Satanismo representa esta mudança no mundo real; ele significa Satanistas atualmente agindo para alcançar coisas. Talvez tomar sangue em suas mãos seja diretamente ou indiretamente. Pseudo-Satanismo representa fantasia: jogar com papéis; tomando posições 'éticas' em que alguém atualmente acredita. Genuínos Satanistas são a-morais.

Satanismo aceita a realidade como ela é - e então usa esta realidade para re-estruturá-la, para mudá-la, de acordo com seu objetivo sinistro. A realidade da raça, do instinto, é como ela é - ela pode ser usada para alcançar coisas. Outros impõem projeções no mundo - eles desejam e precisam acreditar que as coisas são exceto o que eles são: que indivíduos são outros além do que eles são. Eles são idealistas sem esperança, não-manchados pelas realidades do mundo. Em resumo, eles não entendem o poder. Satanistas, ao contrário, sabem como ela é realmente no mundo real.

Assim, racismo - seja Branco, Negro ou qualquer outro - é um meio, uma tática usada por Satanistas para alcançar primeiro um Império Europeu e então o que está além deste Império - uma Federação de países fortes, independentes cujos objetivos é continuar a colonização Espacial que o Império começou. Desde então, há um novo Aeon, em realidade, e uma multidão de novas civilizações - e assim uma realização do objetivo final Satânico. Claro, tudo isto significa luta, conflito, guerras, mortes, reviravoltas, durante décadas e séculos. Isto é, o presenciar de forças obscuras para alcançar algo evolucionário.

A realidade por trás destas táticas é Aeônicas - que é um meio de racionalmente entender os processos aparentemente complexos de mudança de Aeons para civilizações para sociedades e assim para indivíduos. Aeônicas é um conhecimento esotérico, e um que está crescendo a medida que novos insights são ganhos.

- Ordem dos Nove Ângulos -


Traduzido por Fabius Maximus Sanguinus