Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Satanismo Textos Satânicos Satanismo e Nazismo: a combinação impossível

Satanismo e Nazismo: a combinação impossível

Satanismo e Nazismo são correntes filosóficas divergentes. Neste breve escrito, procura-se apenas ilustrar as diferenças mais gritantes entre as duas:

Para o Satanista, a vida é algo sagrado. Se existe um sacrilégio para o Satanista, o sacrilégio é atentar contra a chama da vida. Um Satanista nunca pode, em consequência do seu amor pela vida, apoiar o holocausto nazista, um dos maiores atos de irresponsabilidade e crueldade assassina da história européia e mundial.

O Nazismo visa diluir o conceito de indivíduo no Estado. Afirmar a supremacia do Estado. Fazer o Estado entrar em todos os aspectos da vida do cidadão. Ou seja, como boa filosofia totalitária que é, o Nazismo nega ao indivíduo o direito fundamental de ser ele(a) próprio(a).

O Satanismo, nesse caso, toma a posição contrária. No pensamento satânico, o indivíduo é o fator principal, e assim, esta filosofia de vida coloca-se a favor daquilo que nos torna únicos e mais dignos. O Satanismo pouco se importa com o Estado. O Satanista não quer saber de bandeiras, nem causas que lhe queiram impor. O Satanista escolhe e trava suas próprias batalhas. O Satanista escolhe o depositário de suas lealdades. Nunca um Satanista aceitará uma ditadura, seja ela de esquerda ou de direita.

O Nazismo precisa de um führer que pense por toda a gente: e se ele não o fizer, precisa fingir que o faz; se não, será colhido pelo descontentamento das massas. O único fim possível de um führer é um fim trágico, pois um nazi não entende a linguagem da paz, só a da espada.

O Satanismo é, como muitos sabem, uma massa de idéias aparentemente contraditórias lançadas para o éter de milhares de indivíduos: uns relativamente esclarecidos, outros, nem tanto e ainda outros que são verdadeiramente estúpidos. Para nossa felicidade, ainda não surgiu nenhum führer para reunir os estúpidos em rebanho e guerrear contra os inteligentes. Como defendemos que cada um pense por si, todos evitam associar-se, pelo que o Satanismo nunca será um movimento de massas. Todos querem ter as suas idéias, mesmo que sejam as dos outros, e graças a uma quantidade desmesurada de orgulho, ninguém quer receber ordens. Este estado de coisas é mais saudável.

O Nazismo pretendia ser bom. O Satanismo não pretende ser bom nem mau, apenas natural.

O Nazismo exige um afastamento progressivo da natureza pela integração fascista do homem no Estado, ao passo que o Satanismo procura aproximar o homem da natureza.

Por estes motivos, e outros que ficarão a nomear, sou anti-nazi e Satanista!