Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Sinfonias Música e Ocultismo Os 100 álbuns satânicos mais importantes da história Boys Don't Cry - The Cure

Boys Don't Cry - The Cure

Boys Don't Cry_The-Cure.jpgEm tempos de animosidade entre cristãos e árabes,   o que pode ser melhor do que achar uma canção em que o protagonista conta uma história em que ele manda um filho de alá de volta para o berço celestial de Maomé ? O The Cure sempre se achou muito mais assombroso e ameaçador em suas composições do que a maioria dos gótico-satanistas de plantão.

Não deixa de ser verdade, bandas como o The Cure, Bauhaus e Sisters Of Mercy sempre tiveram muito mais profundidade e conteúdo do que a maioria dos wannabes satanistas gritando sandices em latim em seus microfones cheio de perdigotos.

A canção, inspirada em um trabalho de Albert Camus gerou diversos protestos da comunidade árabe na Inglaterra, e até o hoje o fato é lembrado como um sinal da incapacidade de ambas as religiões se tolerarem. O fato de Robert Smith ter trabalhado com Siouxsie Sioux e ter incentivado seu trabalho na época em que ela ostentava orgulhosamente insígnias nazistas, deixa ainda mais claro que nas entrelinhas, há muito mais do que uma infeliz coincidência.

Como diz Gavin Baddeley, o papa das culturas gótica e/ou satanista mescladas à cultura POP: as bandas do pós-punk como o The Cure são inegavelmente mais relevantes para nós do que a maioria daqueles que ostentam pentagramas no peito sem saber que neles, isto não passa de mera exposição de símbolos geométricos.

Andar com uma banana pendurada no pescoço teria o mesmo efeito.

Killing An Arab - The Cure


I'm Standing on a beach
With a gun in my hand
Staring at the sky
Staring at the sand
Staring down the barrel
At the arab on the ground
See his open mouth
But hear no sound

I'm alive
I'm dead
I'm the stranger
Killing an arab

I can turn and walk away
Or I can fire the gun
Staring at the sky
Staring at the sun
Whichever I choose
It amounts to the same

Absolutely nothing

I'm alive
I'm dead
I'm the stranger
Killing an arab

Feel the steel butt jump
Smooth in my hand
Staring at the sea
Staring at the sand
Staring at myself
Reflected in the eyes of
The dead man on the beach

The dead man on the beach

I'm alive
I'm dead
I'm the stranger
Killing an arab
Tradução de Killing An Arab
(Matando um árabe)

Parado na praia
Com uma arma em minha mão
Olhando fixamente para o mar
Olhando fixamente para a areia
Olhando fixamente para o cano
Do árabe no chão
Vejo sua boca aberta
Mas não escuto nenhum som
Eu estou vivo
Eu estou morto
Eu sou um estranho
Matando um árabe
Eu posso voltar atrás
Ou eu posso abrir fogo com a arma
Olhando fixamente para o céu
Olhando fixamente para o sol
Qualquer escolha que eu faça
Tem a mesma importância
Absolutamente nenhuma
Eu estou vivo
Eu estou morto
Eu sou um estranho
Matando um árabe
Senti a arma disparar
Acalmando minha mão
Olhando fixamente para o mar
Olhando fixamente par o sol
Olhando fixamente para eu mesmo
Refletindo nos olhos
O homem morto na praia
Eu estou vivo
Eu estou morto
Eu sou um estranho
Matando um árabe







Nº 44 - Os 100 álbuns satânicos mais importantes da história