Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Sinfonias Música e Ocultismo Os 100 álbuns satânicos mais importantes da história Fly by Night, Rush

Fly by Night, Rush

Fly by NightAyn Rand foi uma das inspirações declaradas de Anton LaVey ao formar as bases do Satanismo Moderno. Seu nome constava na primeira edição da Bíblia Satânica na lista inicial de dedicatórias ao lado de nomes como Nietzsche e Jung antes da lista misteriosamente ser eliminada na edição da Avon Books. 

Assim, para a os fãs de Ayn de modo geral e especialmente aos apreciadores de um caminho filosófico, marcado por um forte ateísmo e uma visão de mundo profundamente egoísta e materialista, o power-trio canadense Rush têm algumas obras que não devem faltar na coleção do verdadeiro satanista. Por esse motivo a música, Anthem, inspirada diretamente em uma obra homônima de Ayn Rand, merece o nonagésimo quarto lugar e coloca assim o segundo disco da banda, Fly By Night de 1974 na lista dos 100 álbuns satânicos mais importantes de todos os tempos.

Rush ( Anthem ) Fly by Night

Know your place in life is where you want to be 
Dont let them tell you that you owe it all to me 
Keep on looking forward, no use in looking round 
Hold your head above the ground and they wont bring you 
Down 
 
Anthem of the heart and anthem of the mind 
A funeral dirge for eyes gone blind 
We marvel after those who sought 
New wonders in the world, wonders in the world, 
Wonders in the world they wrought 
 
Live for yourself - theres no one else 
More worth living for 
Begging hands and bleeding hearts will 
Only cry out for more 
 
Well, I know they've always told you 
Selfishness was wrong 
Yet It was for me, not you, I 
Came to write this song



Tradução de Anthem
(Hino)

Saiba que seu lugar na vida é onde você quer estar
Não deixe eles dizerem que você deve tudo a mim
Continue olhando em frente; não precisa olhar à volta
Mantenha sua cabeça sobre o chão e eles não te levarão abaixo

Hino do coração e hino da mente
Um canto funebre para olhos cegos
Nos maravilhamos como aqueles que viram
Novas maravilhas no mundo, maravilhas no mundo,
Maravilhas no mundo que eles forjaram

Viva por você mesmo -- não há mais ninguém
Por quem se valhar viver
Mãos suplicantes e coracões sangrantes
Só imploram por mais

Bem, eu sei que eles sempre te disseram
Que egoísmo era errado
Só que foi pra mim e não pra você que eu
Vim escrever essa canção.



Nº 94 - Os 100 álbuns satânicos mais importantes da história