Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Sinfonias Música e Ocultismo Os 100 álbuns satânicos mais importantes da história The Satanic Mass, Anton Szandor LaVey

The Satanic Mass, Anton Szandor LaVey

satanicmass.jpgApós a consolidação da Church of Satan, Anton Szandor dedicou o inverno de 1968 para gravar e lançar seu primeiro álbum pelo selo Murgenstrumm Records. Assim nasceu The Satanic Mass, disco que posteriormente seria relançado pela Amarillo com algumas faixas extras e execuções mais extensas. É essa versão da Amarillo que atualmente está disponível no mercado e que os satanistas costumam ostentar como um memorial do início da Nova Era Satânica.

Se essa obra fosse composta exclusivamente de sua faixa-título ela já teria lugar garantido em nossa contagem dos 100 álbuns satânicos mais importantes da história. A primeira faixa é a própria gravação de uma Missa Satânica líderada por LaVey e realizada na Black House, antiga sede da Church of Satan em 13 de setembro do III Anno Satanas. Nada é ocultado ou censurado na gravação e o ritual segue no exato modelo deixado em Satanic Rituals conforme é até hoje realizada pelos membros e simpatizantes da organização fundada por LaVey.

Mas essa baú tem ainda outras preciosidades. As de faixas 2 a 7 são a recitação de LaVey de seleções da Bíblia Satânica com especial destaque para o Livro de Satã, a saber, os versos retirados do livro Might is Right. A faixa bônus da versão da Adversary Recordings e que não constava no vinil original é chamada "The Hymn of the Satanic Empire" ou "O Hino de Batalha do Apocalipse". Essas inclusões ja deveriam fazer qualquer satanista com o mínimo de respeito pela obra original de LaVey, mas o álbum não para por ai. Neste mesmo cd ainda podem ser encontradas as invocações de Destruição, de Luxúria e o Batismo Satãnico da então chamada Zeena LaVey, filha do papa negro. Por fim a misteriosa nona faixa "March D'Anunzio" falara aos ouvidos daqueles mais atentos e providos de senso de humor.

Escutar LaVey e a saudosa Church of Satan em acao é um complemento importante para aqueles que só tiveram contato com o satanismo por seus livros e ensaios escritos. Como ele mesmo recomenda a Missa Satânica foi gravada para ser ouvida a meia luz na calada da noite. As faixas podem induzir a profunda contemplação e grande solenidade. O fator emocional tão claro no fundo musical e nas recitações lembra o adepto que satanismo não é simples filosofia e discussões intelectuais, mas antes de tudo vivência. A celebração satânica é o que faz da obra de LaVey muito mais do que simples humanismo. Uma anti-religião para salvar a Religião.

The Hymn of the Satanic Empire

Drums out of the darkness, listen well.
Drums beating like thunder straight from Hell.
Trumpets are blaring, the time's come 'round -
Satan is here to claim His ground!

There's an earth that's green, there's an earth that's free,
There's a place for you and a place for me.
But the bleeding hearts wouldn't let it be,
We don't need them any more!

Let the lions and tigers rip them up.
The arena shouts for Christian blood.
Let them chew them up and spit them out -
We don't need them any more!

Once, there was a need for simple minds.
Once, there was a need to save men's souls.
Fools had to be forced to stay in line,
Preachers and bibles could serve those goals

With their holy writ and their card'nal sin
They could force their paper demons in -
To a cardboard prison, a paper cell -
They can't do that any more!

Furies from Hell are diving down!
"Lex Talionis" is their cry!
Even though tricksters made the law,
Justice is served by fang and claw! 
 
With their beaks of steel, see them slash askew
Righteous Christian, Buddhist, Moslem, Jew;
They've become a plague, so let's start anew -
We don't need them anymore!

Drums out of darkness, listen well.
Drums beating like thunder, straight from Hell.
"Rege Satanas!" - the time's come 'round
Satan is here to claim His ground!

With our morning star from the deepest night
Smash the crumbling cross, for Might is Right!
Let the shuffling zombies grope for light -
And we'll reign forevermore!

Tradução do  The Hymn of the Satanic Empire
(Hino do Império Satânico)

Tambores saindo da escuridão, escute-os bem.
Tambores batendo como trovões diretos do Inferno.
Trombetas soando, o tempo chegou -
Satã está aqui, exigindo seu espaço.

Há uma terra que é verder, há uma terra que é livre
Há um lugar para você e um lugar para mim.
Mas os corações sangrentos não deixaram ser assim,
Nós não precisamos mais deles!

Deixem os leões e tigres os destroçarem.
A arena clama por sangue cristão.
Deixe-os mastigas e cuspi-los,
Nós não precisamos mais deles.

Uma vez, houve necessidade por mentes simples.
Uma vez, houve necessidade de salvar as almas.
Tolos devem ser mantidos na linha,
Pastores e bíblias puderam servir para isso.

Com suas escrituras sagradas e pecados carnais
Eles puderam forçar seus demonios de papel.
A guardar a prisão, uma cela de papel.
Eles não podem mais fazer isso.

Fúrias do Inferno estão mergulhando!
"Lex Talionis"é o que choram!
Mesmo que trapaceiros façam a lei,
Justiça é feita com garras e presas!
 
Com seus bicos de aço, veja eles dilacerarem e se controcerem
Bons Cristãos, Budista, Muçulmano e Judeu
Viraram uma praga, então vamos começar de novo
Nós não precisamos mais deles!

Tambores saindo da escuridão, escute-os bem.
Tambores batendo como trovões direto do Inferno
"Rege Satanas!" - o tempo chegou
Satá está aqui para exigir seu espaço.

Com nossa estrela da manhã, das profundezas da noite
Esmague a confusão da cruz, pois Poder é Direito!
Deixe os zumbis cambalearem pela luz
E nós reinaremos para sempre e mais.

Nº 11 - Os 100 álbuns satânicos mais importantes da história