Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Sociedades Secretas & Conspirações Maçonaria Símbolos Maçônicos

Símbolos Maçônicos

Avental - Usado por todos os maçons durante as sessões. É o símbolo do trabalho. É a parte principal do vestuário maçônico, constituindo-se um dos símbolos mais importantes da Maçonaria. Tem a forma de um retângulo, encimado por um triângulo; nos dois primeiros graus são simples, sem enfeites ou adornos, e de tecido branco. Os aventais dos demais graus, tem cor e desenhos variados, conforme os graus que representa e conforme o rito adotado. O fundo porém é sempre branco.

Cinzel - Sugere o trabalho inteligente. É manejado pelo aprendiz com a mão esquerda. Como o cinzel é uma ferramenta que exige o auxílio de outra ferramenta, o malho, representa a inteligência humana, que isolada nada constrói

Colunas - São três as colunas no templo maçônico. Elas representam o masculino (força), o feminino (beleza) e a sabedoria.

Compasso - O Compasso é considerado um símbolo da espiritualidade e do conhecimento humano. Sendo visto como símbolo da espiritualidade, sua posição sobre o Livro da Lei varia conforme o Grau. No Grau de Aprendiz, ele está embaixo do esquadro, indicando que existe, por enquanto, a predominância da matéria sobre o espírito . A abertura indica o nível
do conhecimento humano, sendo esta limitada ao máximo de 90º, isto é ¼ do conhecimento. A sua Simbologia ainda é muito mais variada, podendo ser entendido como Símbolo da justiça, com a qual devam ser medidos os atos humanos. Simboliza a exatidão da pesquisa e ainda pode ser visto como Símbolo da imparcialidade e infalibilidade do Todo-Poderoso.

Delta Luminoso - Também chamado de Triângulo Fulgurante, representa a presença de Deus, demonstrando a sua onisciência. É um triângulo com um olho no centro.

Espada - É o símbolo da igualdade, da justiça e da honra. Corresponde à consciência e à presença divina na construção do templo.

Esquadro - Significa a retidão, limitada por duas linhas: uma horizontal, que representa a trajetória a percorrer na Terra, ou seja, O determinismo, o destino; e outra vertical, o caminho para cima, dirigindo-se ao cosmo, ao universo, ao infinito, a Deus. É instrumento passivo e auxiliado pelo compasso.. Seu desenho permite traçar o ângulo reto e, por tanto, esquadrejar todas as formas. Deste modo, é visto como símbolo, por excelência, da retidão. É também a primeira das chamadas Jóias Móveis de uma Loja, constituindo-se na Jóia do Venerável, pois, dentre todos, este deve ser o mais justo e eqüitativo dos Maçons. O Esquadro, ao contrário do Compasso, representa a matéria; por isso é que, em Loja de
Aprendiz, ele se apresenta sobre o Compasso. Predominância da Matéria sobre o espírito.

O compasso e o esquadro reunidos tem sido mais antiga, bem como a mais comum representação da Instituição Maçônica. Tanto se apresentou este símbolo compasso-esquadro, que ele é prontamente reconhecido, até mesmo pelos profanos (pessoas não iniciadas na Maçonaria). É o sinal distintivo do Venerável Mestre (Presidente da Loja)  uma vez que esotericamente representa a "Justa Medida".

A Justa Medida quer dizer em última análise a Retidão. Faz lembrar aos maçons em geral e a cada instante que todo as suas ações deverão ser plantadas com serenidade, bom senso e espírito de justiça. Faz recordar o compromisso solene assumido pelo iniciado, de sempre agir dentro de uma escola de perfeita honestidade e retidão.

G - A letra "G" representa o Grande (ou Divino) Geômetra, que é Deus. Uma das razões de ser tomada como símbolo sagrado da Divindade, é que, com ela, a palavra Deus, se inicia em vários idiomas. GAS, em Siríaco; GADA, em persa; GUD, em sueco; GOTT, em alemão; GOD, em inglês, etc.

Malho - É a representação da força, da vontade, da iniciativa e da perseverança. o malhete é manejado pelo venerável mestre (chefe da loja).

Nível -Representa a igualdade - todos os homens devem ser nivelados no mesmo plano.

Pentagrama - Representa um homem de pé, com as pernas abertas e braços esticados. Indica o ser humano e a sua necessidade de ascensão.

Prumo - Indica que o maçom deve ser reto no julgamento, sem se deixar dominar pelo interesse, nem pela afeição.

Sol - É a fonte da vida, a positividade da existência do homem.

Trolha - Ou colher de pedreiro.   Trata-se de uma espécie de pá achatada com a qual os Pedreiros assentam e alisam a argamassa. Sendo um instrumento neutro, deve ser visto como um Símbolo da tolerância, com que o maçom deve aceitar as possíveis falhas e defeitos dos demais Irmãos. Pode ser vista, também, como um Símbolo do amor fraternal que será, então, o único cimento que uniria toda a Maçonaria. Desta forma, passar a Trolha, significa perdoar, desculpar, esquecer as diferenças. Entendida desta forma, pode ser vista como símbolo da paz que deve reinar entre os maçons.