Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Sociedades Secretas & Conspirações Textos Conspiracionais Michael, você não liga para a gente

Michael, você não liga para a gente

Dangerous

No dia 25 de junho de 2009, notícias de que Michael Jackson havia sofrido um ataque cardíaco em sua casa começaram a circular pelas maiores emissoras do mundo. Repórteres e fãs se aglomeraram em frente a sua mansão, clamando por explicações, que aparentemente, ninguém sabia responder ao certo.  Ambulâncias  foram chamadas, tentativas de reanima-lo foram executadas mas nada parecia funcionar. Foi então preciso encaminhá-lo ao  Ronald Reagan UCLA Medical Center, localizado na Califórnia. Nesse momento, os rumores que ele havia realmente morrido começaram a circular por tablóides, sendo o TMZ o primeiro a soltar a bomba na internet: O Rei do Pop estava morto. O objetivo deste dossiê e mostrar que, como todos sempre soubemos, não se pode confiar muito em tablóides. Michael Jackson vive.

As 2:26 foi confirmado que Michael Jackson faleceu de parada cardíaca por overdose do anestésico Propofol, ministrado pelo então médico, Dr. Conrad Murray. A pergunta que fica é, como um simples remédio pode ter abatido Jackson, que durante a maior parte de sua vida fez uso de Demerol, uma espécie de Morfina para conseguir dormir e se acalmar? Inclusive existe uma música dele chamada Morphine que fala rapidamente sobre o tal remedinho dos deuses.

De repente e não mais que de repente algumas coisas começam a sair a tona. Atentem para os detalhes.


The man in the mirror

Muitas pessoas que estavam em frente a residência do cantor no dia disseram ter visto uma ambulância entrar, mas uma  completamente diferente sair, e que não estava com a sirene ligada e muito menos apressada para chegar diretamente ao hospital, o que soa bastante estranho já que se tratava de um paciente mundialmente famoso a beira da morte.

Considere que estamos falando de uma das maiores personalidades de nossa época. Qualquer celebridade medíocre que é levada as pressas para o hospital, logo recebe atenção imediata da mídia. Entretanto, curiosamente quando o Rei do Pop foi levado não se registrou um único vídeo dele entrando ou saindo do hospital. Somente dois dias após sua "morte" apareceu nas revistas uma imagem que mostrava Michael entubado sendo encaminhado para o pronto-socorro.

1984

Mas o problema não é só esse, veja a imagem ao lado e vamos analisar alguns detalhes:

Um mês antes, Michael havia anunciando que faria uma turnê na Inglaterra com 50 shows, e deu o nome de This Is It, o que encerraria sua carreira nos palcos com chave de ouro. Se olharmos para as fotos feitas dos ensaios para esse  show é possível perceber que ele estava bem pálido, mais do que o comum até. Contudo na ambulância, ele parecia bem mais moreno. Na verdade é como se ele voltasse ao mesmo tom de pele que tinha nos anos 80, quando ele começou a usar os remédios que o fizeram mudar completamente a cor na época do lançamento do albúm BAD. Seu cabelo também está mais curto na foto do que estava na época e seu nariz regrediu algumas décadas também.

A verdade é que a foto divulgada em 2009 é uma montagem usando imagens do acidente que ele sofreu durante um comercial realizado para a Pepsi (ver vídeo abaixo).  Até hoje os registros da suposta autópsia feita no corpo do cantor são um verdadeiro mistério.

 

 

Gone to soon

O velório de Michael Jackson foi no dia 7 de julho de 2009. Primeiro o corpo foi velado em cerimônia privada no Forest Lawn Memorial Park's Hall of Liberty, somente para familiares e amigos íntimos . Em seguida o corpo foi levado para um ato público no Staples Center, onde 17.500 pessoas aproximadamente acompanharam o tributo de adeus ao astro. Existe uma estimativa de que até dois bilhões de pessoas tenham assistido ao funeral pela televisão, já que emissoras do mundo todo transmitiram o evento ao vivo.

Para os que acompanharam a despedida realizada para o astro, uma coisa não estava certa: o caixão fechado. Como é possível não deixar com que os fãs de uma celebridade tão influente no mundo da música o vejam em seu último momento?  Usemos como exemplo James Brown, amigo e grande inspiração de Michael, que teve seu caixão aberto durante todo o seu velório.  O ápice de que algo estava realmente errado veio com a informação de que 3 grandes amigos de Michael não marcaram presença em seu velório e funeral, são eles Liz Taylor, Quincy Jones e Macauley Culkin. Michael e Liz eram amigos muito próximos, alguns até suspeitavam que os dois eram amantes de longa data, inclusive duas canções dele foram dedicadas a ela ( Liberian Girl e Elizabeth, I Love You) e era também madrinha de um dos filhos de Michael. Quincy Jones era um grande amigo de Michael e trabalhou com ele especialmente na produção do álbum Thriller, e na canção We Are The World, que visou angariar fundos para a caridade. Macauley era um grande amigo e também padrinho de uma das crianças de Michael. Participou também do videoclipe da música Black Or White, e se viu no meio de uma perturbadora enxurrada de acusações envolvendo supostos abusos por parte de Michael, que foram desmentidas por ambos.  Por que eles não estavam no dia?

A Mãe de Michael,  Katherine Jackson estava fazendo compras no mercado 48 hrs após a morte do filho. Se você não acha isso no mínimo estranho, analise  o comportamento das pessoas durante o funeral. É perfeitamente normal que no meio de uma situação como essa as pessoas ajam de formas variadas, tamanho é o abalo do emocional. Mas nesse funeral em especial elas sorriem o tempo todo, fazem piadas, agem como se estivessem indo presenciar uma peça de teatro, ou um filme novo que está estreando nos cinemas.  

 

Em cada cadeira destinada aos convidados tem um cartão com uma foto de Michael , que por sinal é a mesma do altar que se encontra a frente de todos. Mas por que a imagem é de 1985? Por que não se pode utilizar uma foto atual dele? Seus filhos provavelmente gostariam de lembrar do pai como ele era na atualidade e não há 14 anos atrás quando nem haviam nascido. Alguns sites dedicados a analisar a história por trás da morte de Michael especulam que o funeral lembra muito o clipe de Liberian Girl (ver abaixo) onde vários convidados, agem naturalmente, alguns interagindo, outros mais quietos, quando MJ aparece numa grua filmando a todos, rindo e fazendo com que os mesmos caiam na gargalhada. Seria o adeus ao astro uma encenação que nem o oscar conseguiria premiar?

 

Working day and night
 

Muitos fãs, inconformados com as suposições de que ele continuaria vivo acusam os que acreditam nessa hipótese dizendo que um astro jamais faria isso com quem ele se importa e ama verdadeiramente. Será? Não era segredo para ninguém que Michael gostava de levar um vida regada a luxo e muitas outras coisas bastante bizarras. O rancho de Neverland era aos olhos dos meros mortais algo extremamente desnecessário e caro de se manter, uma vez que além de parque de diversões, existia um pequeno zoológico ali dentro. Mas não para Michael, para ele era o sonho realizado, a verdadeira Terra do Nunca citada nas Histórias de Peter Pan, que infelizmente teve um preço.

Desde meados dos anos 2000 a carreira de Michael não decolava como antes, e as tentativas de inovação foram um verdadeiro fracasso. Um dos piores álbuns da história do Rei do Pop, Invencible, foi lançado e não agradou nem metade dos fãs, sem contar nas inúmeras tentativas de reunir o jurássico Jackson 5 para atender a pedidos de antigos fãs não funcionou. Some o fracasso profissional de um ídolo de várias gerações, com desavenças familiares, envolvendo seus irmãos, juntamente com seu pai tentando extorquir dinheiro de todas as maneiras existentes, e se pergunte: Será mesmo que ele não forjaria a própria morte?

Veremos que a morte pode ser muito lucrativa, especialmente se você continuar vivo. No ano do seu “falecimento” só no Reino Unido venderam-se 2.8 milhões de álbuns, enquanto que na União Europeia foram baixadas mais de 11.3 milhões de músicas do artista no Itunes. Como não podia deixar de ser, a morte de um ícone pop alavancou as vendas de tal maneira que, apenas entre o mês de sua morte e novembro  (apenas quatro meses), foram vendidos no mundo todo 7 milhões de álbuns e 1.3 milhões de DVD’s. A título de exemplo de como uma notícia dessas pode alavancar as vendas, na manhã do anúncio de sua morte houveram mais de 1 milhão de reproduções de “Beat it” no youtube. O gráfico abaixo não deixa dúvida frente ao aumento de interesse astronômico (mesmo para os padrões do rei do Pop) que houve com o anúncio de sua morte.

Garficos

Fonte: http://www.google.com/trends/explore?q=Michael+Jackson#q=Michael%20Jackson


Smooth Criminal

Michael era dotado de muitas habilidades. Um exímio dançarino, excelente cantor e um ator para todos os gostos (dêem uma chance ao cara, pô) mas uma habilidade em especial era a mais incrível de todas essas: a Arte do Disfarce. Apesar de sempre sair de casa envolto por panos, e máscaras cobrindo seu rosto, devido ao vitiligo, Michael sempre se destacou por apresentar ao mundo inovações nessa arte. A primeira veio com Thriller, onde no meio do videoclipe ele se tornava um lobisomem aterrorizante que perseguia a mocinha pelas florestas ( virando depois um zumbi, que fazia o mesmo). Anos mais tarde, lançou o videoclipe da música Ghosts, onde ele faz o papel de um guia turístico obeso que leva algumas pessoas para uma mansão mal assombrada. Se ninguém avisasse que era ele provavelmente passaria despercebido. Agora analisem, você tem acesso a disfarces, maquiadores profissionais, materiais de todos os tipos para realizar o disfarce perfeito. Por que não tentar? Em 2009 logo depois de sua ‘morte’ um amigo próximo de Michael, conhecido como Dave Dave fora no programa Larry King Live para falar sobre o ocorrido. Até aí estaria tudo bem, se não fosse um fator bastante estranho. Atentem para o vídeo a seguir da entrevista:

 

 

Caso você não tenha percebido Dave tem hoje exatamente o mesmo timbre de voz do Michael e seus olhos hoje são castanhos. Sem mencionar o fato de sua cabeça parecer uma máscara de latex. Dave Dave conheceu Michael em 1983 no hospital  quando esse se acidentou durante as filmagens de um comercial para a Pepsi e ajudou a pagar o tratamento do menino, que ná epoca, tinha apenas 6 anos e fora queimado pelo próprio pai. O garotinho cresceu e virou um grande amigo de Michael, e como grande amigo tomou uma decisão bastante peculiar: deixou Michael usar sua imagem para conceder entrevistas. Quem já viu outros vídeos de Dave Dave falando, gesticulando sabe que o que é mostrado na entrevista acima não chega nem próximo do real Dave. E seus olhos são azuis, e não castanhos como os do vídeo...como os de Michael. A semelhança da voz, dos gestos com os de Jackson são assustadoramente estranhas e mexeram com o pensamento de muitas pessoas, que até hoje debatem sobre o ocorrido.  Outro disfarce muito comentado pela internet é o da mulher loira presente no Memorial e no Funeral de Michael. Ela nunca olha para a câmera, está sempre virada de costas, e se mexe muito pouco, e a única foto que conseguiram dela está de perfil, e se comparada com alguma de Michael, são exatremamente parecidas. Não só usando máscaras que Michael conseguiu driblar muitas pessoas. Ele possuía muitos covers espalhados por aí que enganavam muito bem alguns jornalistas. O mais famoso deles é o Casanova, que segundo algumas teorias da conspiração, é o cara que fez o anuncio oficial da turnê do This Is It, e pior, foi  quem realmente morreu ao invés de Michael.

Blonde Compare


Keep the Faith

Michael Jackson foi mais do que um grande artista. Além da música, dança e clipes, sua vida foi também uma forma de obra de arte. Quem acompanhou sua vida sabe que das tragédias aos melhores momentos Michael sempre soube fazer um espetáculo. Pelo menos até aquele fatídico 25 de junho de 2009 quando o Rei do Pop supostamente faleceu. Mas diante de tudo o que foi visto, podemos ainda afirmar isso com tanta certeza? O menino que não queria crescer, o cara que tinha uma obsessão por longevidade e queria viver para sempre,  simplesmente descuidou-se e bateu as botas de um jeito estúpido? Ou será que este caso não é apenas mais uma parte do seu show? Não tenho medo de afirmar que o Rei do Pop está vivo e colhe hoje os frutos de um gran finale tão perfeito que a plateia só vai entender muito tempo depois do espetáculo terminar... Talvez seja mesmo como no clipe acima, de Liberian Girl, tudo uma grande piada.

Mas, Michael, por enquanto não estamos achando graça.

Hodu Girl