Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Sociedades Secretas & Conspirações Textos Conspiracionais Nazi-Esoterismo: crenças e Magia no Reich de Hitler As Crenças de Hitler segundo Raushning

As Crenças de Hitler segundo Raushning

A espécie humana progride em uma experiência cíclica, submetida a provas de aperfeiçoamento. [Naquele momento histórico, contexto da Segunda Guerra Mundial] Uma espécie nova se anunciava, que iria expulsar a antiga Humanidade. ...De acordo com a imortal sabedoria dos velhos povos nórdicos, o mundo deve ser constantemente rejuvenescido pelo desmoronas das eras... pelo crepúsculo dos deuses. A evolução não segue uma trajetória [circular] direita, contínua, mas desenha espirais; a Humanidade progride ao longo de uma série de avanços e retornos. [288]

A Raça Superior

Hitler sonhava com o homem-Deus. Enquanto falava do super-homem do futuro, seu modelo era um homem do passado; de um passado tão remoto que se tornou mito. Hitler ansiava pelo ressurgimento dos Atlantes, tal como ele, Hitler, imaginava esses Atlantes. Para Hitler [que, aliás, não tinha nem cara nem corpo de Atlante], na Humanidade atual predominam os humanóides mutantes, degeneração de uma espécie superior.

Os herdeiros da espécie superior,  todavia, não estão extintos pois coexistem na atualidade indivíduos remanescentes do Secundário, Terciário e Quaternário. Estes herdeiros  são [ou eram] alemães puros! Arianos! São características fenotípicas da raça humana superior: altura elevada [quanto mais elevada, melhor!], cabelos claros [e, de preferência, cabelo bom!, significa, cabelo liso], olhos claros, pele branca [mas branca mesmo!], nariz afilado. Os arianos são " os descendentes dos gigantes" [porque Hitler foi informado que os Atlantes eram gigantes ou, muito mais altos que a média dos homens atuais].

Os Degenarados

Os degenerados, que parecem seres humanos mas não são, são mutações. O homem degenerado "surgiu no globo em épocas inferiores e sombrias. [São filhos dos cataclismos, da lama do mundo destruído e, em sua origem foram]... "seres rastejantes e hediondos, manifestações de vida em decadência. Os ciganos, os negros e os judeus não são homens, no verdadeiro sentido da palavra. Nascidos... por mutação brusca... essas criaturas modernas imitam o Homem e invejam-no mas não pertencem à espécie". Para Hitler, exterminar judeus não é crime contra a Humanidade porque judeus [e negros e ciganos] não fazem parte da Humanidade. São "seres estranhos à ordem natural" [290].

O Homem Novo

Hitler conversava um dia com Raushning* ─ chefe do governo de Dantzig, a respeito do problema da mutação da raça humana:...

─ O homem novo vive entre nós! Já chegou! ─ exclamou Hitler em tom triunfante... ─  Vou dizer-lhe um segredo. Eu vi o homem novo. É intrépido e cruel. Tive medo diante dele. ...E Rauschning conta também esta cena estranha...

Uma pessoa da intimidade de Hitler disse-me que ele acorda durante a noite soltando gritos convulsivos. Pede socorro sentado à beira da cama, como que paralisado. É possuído por um pânico que o faz tremer a ponto de sacudir a cama. Profere vociferações confusas e incompreensíveis. Arqueja como se estivesse a sufocar. A mesma pessoa relatou-me uma dessas crises com pormenores... Hitler estava em pé no seu quarto, cambaleante, olhando em redor com ar desvairado. "É ele! É ele!", gemia. Os lábios tremiam-lhe. O suor escorria abundantemente... Era pavoroso... [p 253/254]

 * Hermann Raushning [1887-1982], foi um líder nazista em Free City of Danzig, uma cidade-estado, região autônoma, portuária, na costa do mar Báltico. Mais tarde, desiludido com o Reich, em 1926, fugiu. Passando pela Suíça, França e Reino Unido, refugiou-se, enfim, em 1941, nos Estados Unidos, onde denunciou o nazismo.

Nazi-Esoterismo: Crenças e Magia no Reich de Hitler