Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Sociedades Secretas & Conspirações Textos Conspiracionais Nazi-Esoterismo: crenças e Magia no Reich de Hitler Os Videntes de Hitler

Os Videntes de Hitler

Os nazistas se preocupavam com a previsão do futuro. A Secretaria empregou astrólogos e leitores de runas; recebeu videntes, paranormais. O astrólogo Karl Krafft caiu nas graças de Hitler quando previu acertadamente uma tentativa de assassinato contra o Fuher. Na ocasião, Hitler acreditou que a previsão e sua sobrevivência eram a prova de que os Deuses aprovavam a Solução Final. O caso deixou o ditador em estado de exaltação mística. Com os olhos brilhando de excitação, ele gritava: "Agora eu estou contente! É o desejo da Providência que eu prossiga até alcançar meu objetivo".

Através da Secretaria os nazistas começaram a criar uma civilização oculta que deveria suplantar a civilização cristã. "Doutrinavam a juventude hitlerista com ideologias satânicas. As crianças e adolescentes, como futuros líderes da SS, era ensinado que a Compaixão é uma fraqueza. Eram encorajados a celebrar festas pagãs e realizar cerimônias de magia. Himmler chamava a si mesmo de Jesuíta Negro e ─ fazia jus ao título. Ele tinha planos de erguer templos pagãos em toda Alemanha, depois da guerra. Os templos tomariam o lugar das igrejas e em cada altar haveria um exemplar do livro Main Kampf, de Hitler." [Fitzgerald].

A nova religião seria sediada, a princípio, nas imediações do castelo de Wewelsburg; o lugar seria uma espécie de Vaticano Oculto dedicado ao interesse do mal. Haveria colégios para educar os líderes, que seriam instruído em ocultismo para desenvolver habilidades mediúnicas, de hipnotismo e vidência. Museus e galerias abrigariam artefatos como o Santo Graal, a Espada do Destino e a Arca da Aliança. Laboratórios de pesquisa seriam dedicados à descoberta de novas energias, como o Vril; energias capazes de propulsionar naves espaciais rumo às estrelas.

Aos olhos da pós-modernidade, a preocupação nazista com o ocultismo é algo de inofensivo, [de menor importância no cenário da guerra]. Uma coisa de loucos; porém, eram realmente loucos ou havia algo mais sinistro orquestrando a tragédia genocida? Alguns acreditam que Hitler era possuído por forças malignas. Herman Rauschning, amigo de Hitler e compilador de seus discursos disse: "Não muda em nada pensar em Hitler como um medium. Um medium é um possuído e sem dúvida, Hitler era tomado por forças que estavam além dele; forças para as quais um indivíduo chamado Hitler foi nada mais que um instrumento".


Nazi-Esoterismo: Crenças e Magia no Reich de Hitler