Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Thelema Livros Thelemitas Liber III vel Jugorum

Liber III vel Jugorum

0.

0. Observa a Canga sobre o pescoço da Parelha! Não é por meio desta que o Campo deverá ser arado? A Canga é pesada, mas une aqueles que estão separados – Glória a Nuit e a Hadit, e aquele que nos deu o Símbolo da Rosa Cruz!

Glória ao Senhor da Palavra Abrahadabra, e Glória a Ele que nos deu o Símbolo da ankh, e da Cruz dentro do Círculo!

1. Três são as Bestas com as quais tu deves arar o Campo; o Unicórnio, o Cavalo, e o Boi. E estes tu deverás ajuntar em uma canga tripla que é governada por Um Chicote.

2. Agora estas Bestas correm de modo selvagem sobre a terra e não são facilmente obedientes ao Homem.

3. Nada deverá ser dito aqui de Cerberus, a grande Besta do Inferno que é cada um desses e todos eles, assim como Athanasius previu. Pois este assunto1 não é externo a Tiphareth, mas dentro de Tiphareth.

I.

0. O Unicórnio é a fala. Homem regula a tua fala! De que outra forma tu irás dominar o Filho, e responder ao Magista à Direita do Portal da Coroa?

1. Aqui estão as práticas. Cada uma deve durar uma semana ou mais.

2. (a) Evite utilizar alguma palavra comum, tal como "e" ou "o", ou "mas"; utilize uma paráfrase.

(b) Evite utilizar alguma letra do alfabeto, tais como "t", ou "s" ou "m"; utilize uma paráfrase.

(c) Evite utilizar os pronomes e adjetivos da primeira pessoa; utilize uma paráfrase.

Por tua habilidade delineia outros.

2. Em cada ocasião que tua habilidade te trair te fazendo dizer aquilo que tu juras-te evitar, corta-te agudamente no pulso ou antebraço com uma navalha; do mesmo modo que tu baterias em um cachorro desobediente. Não teme o Unicórnio as garras e os dentes do Leão?

3. Então teu braço servirá como aviso e como registro. Tu deverás registrar diariamente o teu progresso nestas práticas, até tua habilidade se aperfeiçoar de modo a te tornares consciente todas as vezes que o início da palavra deslizar da tua língua.

Restringe a ti mesmo e serás livre para sempre.

II.

0. O Cavalo é Ação. Homem, regula a tua Ação. De que outra forma tu irás dominar o Pai, e responder ao Louco à Esquerda do Portal da Coroa?

1. Aqui estão as práticas. Cada uma deve durar uma semana ou mais.

(a) Evitar elevar o braço esquerdo acima da cintura.

(b) Evitar cruzar as pernas.

Por tua habilidade delineia outros.

2. Em cada ocasião que tua habilidade te trair fazendo com que tu faças aquilo que tu juras-te evitar, corta-te agudamente no pulso ou antebraço com uma navalha; do mesmo modo que tu baterias em um cachorro desobediente. Não teme o Cavalo os dentes do Camelo?

3. Então teu braço servirá como aviso e como registro. Tu deverás registrar diariamente o teu progresso nestas práticas, até tua habilidade se aperfeiçoar de modo a te tornares consciente todas as vezes que o início da ação deslizar da ponta de teus dedos.

Restringe a ti mesmo e serás livre para sempre.

III.

0. O Boi é pensamento. Homem, regula teu Pensamento! De que outra forma tu dominarás o Espírito Santo, e responderás à Alta Sacerdotisa no Meio do Portal da Coroa?

1. Aqui estão as práticas. Cada uma deverá durar uma semana ou mais.

(a) Evitar pensar num assunto definido e em todas as coisas com ele relacionadas, e que este assunto seja um daqueles que normalmente ocupam muito teu pensamento, sendo freqüentemente estimulado pela percepção ou conversa de outros.

(b) Por algum sinal, tal qual a mudança do teu anel de um dedo para outro, cria em ti mesmo duas personalidades, os pensamentos de uma sendo totalmente diferentes da outra, o fundamento comum sendo de necessidades da vida.2

Por tua habilidade delineia outros.

2. Em cada ocasião que tua habilidade te trair fazendo com que tu penses aquilo que tu juras-te evitar, corta-te agudamente no pulso ou antebraço com uma navalha; do mesmo modo que tu baterias em um cachorro desobediente. Não teme o Boi a aguilhada do Agricultor?

3. Então teu braço servirá como aviso e como registro. Tu deverás registrar diariamente o teu progresso nestas práticas, até tua habilidade se aperfeiçoar de modo a te tornares consciente todas as vezes que o início do pensamento surgir no cérebro.

Restringe a ti mesmo e serás livre para sempre.

   1. (i.e. a matéria de Cereberus).
   2. Por exemplo, deixe que A seja um homem de paixões fortes, habilitado na Cabala, um vegetariano, afiado "reacionário" político; deixe que B seja um homem de sangue frio e um pensador ascético, ocupado com negócios e família, um comedor de carne, e um afiado político progressivo. Não permita que nenhum pensamento próprio de "A" surja quando o anel estiver no dedo de "B"; e vice-versa.

Aleister Crowley