Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Vampirismo Vampirismo Astral T AQRADUAMELU

T AQRADUAMELU

 

AQRADUAMELU GIRTABLILU GIRTABLILU AQRABUAMELU Eu, Um dos Akhkharu, invoco a ti! Seu terror é apavorante, seu golpe é mortal. Eu chamo a ti, de noite, pois você é criatura da noite inclinada aos caminhos noturnos. GIRTABLILU AQRADUAMELU AQRADUAMELU GIRTABLILU AKRABU AKRABU AKRABU

Depois deste encantamento ser recitado treze vezes, é o momento de partir para a jornada astral predatória acompanhado pelos homens escorpiões, que nasceram do ventre do Dragão Vampiro Tiamat, deste modo a sua raça nasceu. Selecione uma vítima jovem e prede-a durante a noite. Este ritual deveria ser sempre feito à noite ou, de outro modo, os homens escorpiões serão perturbados pela sua conjuração. Eles aparecerão para você na luz do dia, mas tomarão certas medidas de punição infligidas sobre você para se assegurarem que você não cometerá o engano de invocá-los durante as horas do dia novamente. Uma vez que você tenha drenado até a sua suficiência, retorne à sua camada física na câmara do ritual para recitar este chamamento de poder: Diga em voz alta:

Ereshkigal, Eu aspiro dominação nos reinos astrais. Quando seus lábios se tornam negros, minha influência deve reinar imortal. Quando seus lábios se tornam negros, meu cetro penetra todos os ângulos. Minha Vontade é forte, minhas intenções são as de um vampiro negro. Minha raça vampírica imortal levantará em direção à Noite Final, Nammtar, Mensageiro e Vizir de Ereshkigal, o Arauto da Morte! Você que comanda sessenta moléstias, envie-as adiante para assombrar nossos inimigos e removê-los dos nossos camaradas! Nammtar, Arauto da Morte, Eu chamo a ti! Venha Pazuzu, Rei dos Demônios Alados! Penetre o meu ser, possesse o meu espírito - Em direção às terras místicas do Imortal! Eu chamo a ti adiante!

 Comunhão é buscada com o Imortal agora. Quando a comunhão terminar, recite 13 vezes:"Minha sede de sangue foi saciada neste momento, para sempre Akhkharu assombrará a noite. Assim seja".

Copyright Emperor Norduk (C) 

From "Der Pazuzu" (Tempel of Azagthoth)