Ir para o conteúdo. |

  • A Empresa
  • Apoie
  • Contato
  • Seções:
siga a estrada de tijolos amarelos: Yoga Fire Vaishkarana - Feitiçaria Indiana Os Tipos de Yoga

Os Tipos de Yoga

Há dezenas de tipos de Yoga no mundo, que propõem não necessariamente caminhos contraditórios, mas sim, diversos caminhos para alcançar os mesmos objetivos. Todas as formas de yoga têm como foco estimular e regular a energia humana. Esta energia é chamada kundalini. Do modo como foi desenvolvida inicialmente, o aluno de yoga trabalhava todos os aspetos do seu ser: exercitava o físico, disciplinava ao mente, analisava o mundo intelectualmente, etc. O yoga era holístico, permeando todos os níveis da existência humana.

Com o passar do tempo, as técnicas foram sendo diluídas e divididas. Os indivíduos escolheram enfatizar e praticar componentes diferentes do sistema total do yoga. Alguns preferiam somente os exercícios, ignorando os mantras, outros escolheram mantras e meditação sem controle da respiração. Ao longo do tempo isso levou ao reconhecimento de vários tipos de yoga.

Inicialmente vamos discorrer sobre os seis tipos de yoga mais amplamente reconhecidos:

Bhakti Yoga – ou Bacti-yoga é a disciplina do amor e da devoção. É o caminho da devoção, do compromisso e rendição total e completo amor ao Divino como o Amado. Para o Bhakti Yogi, Yogi Bhajan diz: “Seja devoto. Louve a Deus. Esqueça todas as outras coisas. Então, em algum momento de sua vida, Deus o abençoará e a sua kundalini subirá e você será iluminado.” O caminho do devoto, na maioria das religiões do mundo, é Bhakti Yoga. Um exemplo de Bhakti Yoga é o movimento Hare Krishna.

Gyan Yoga – ou Jnana Yoga, é a disciplina da sabedoria. Gyan significa sabedoria, ou mais especificamente a sabedoria experimentada dentro de um ser. Gyan Yoga, também conhecida como Jnana Yoga, é o caminho do discernimento intelectual, conhecendo claramente sem que o subconsciente turve a clareza. É o caminho da realização intelectual e intuitiva do Divino, na qual a pessoa vê Deus em todas as coisas. O fluxo sempre corre em ambos os sentidos: Deus e eu, eu e Deus somos um; em cada um o outro é visto claramente. Em Gyan Yoga a pessoa olha para todas as coisas, analisa-as, observa que a causa de tudo é Deus e concentra-se nisso.

Hatha Yoga - (ou Hata ioga) é uma forma de yoga pré-clássico, que cultiva o corpo. É o tipo de yoga mais popular e mais amplamente praticado no Ocidente. Concentra-se em aperfeiçoar o corpo físico para afetar a mente e a consciência. Utiliza 84 posturas (asanas). 24 mudras (selos de energia) e três maha-mudras, executados com controle da respiração. Yogi Bhajan descreve Hatha Yoga como "uma ciência onde a energia do sol e da lua é unida diretamente para elevar a kundalini," Hatha Yoga requer muitos anos de prática sob a supervisão de um mestre experiente para alcançar a perfeição e enfatiza a flexibilidade e a paciência.

Karma Yoga - a disciplina da ação auto-transcendente. É a ação a serviço da vontade ilimitada da alma. Cada ação torna-se um dharma, um dever de júbilo. É a ação abnegada sem pensar em recompensa. A filosofia de Karma Yoga está tradicionalmente declarada no Bhagavad Gita, onde Arjuna era instruído por Krishna, que era seu dever realizar o seu destino, sem levar em conta seus próprios receios e sentimentos opostos. Ele tinha que desempenhar suas obrigações de modo abnegado, sem apego aos resultados. Ao invés de realizar mudanças externas superficiais, o caminho de Karma Yoga envolve mudanças nas nossas atitudes internas e emoções - transformando nossas ações enquanto refinamos nossas motivações. A ação é transcendida através da ação.

Mantra Yoga – é uma disciplina da tradição do Yoga desde os tempos Védicos, utiliza sons que protegem e projetam a mente. Já a meta do Laya Yoga é fundir a consciência finita com a consciência Infinita. Com Laya e Mantra Yoga a mente é expandida através do ritmo, respiração, som e mantra. Este é o método mais poderoso e direto de elevação sobre a dualidade da consciência do ego, através de um foco direcionado da mente, respiração e som, cuja potência é maximizada quando é praticada em grupos.

Raja Yoga – é a disciplina de união da realeza. Raja Yoga, o Caminho Real, é conhecido como o yoga da meditação. É uma ciência, cuja filosofia inclui o caminho de Asthanga Yoga (Caminho Óctuplo. Veja capitulo 4) explicado por Patanjali. Raja Yoga envolve o estudo dos centros psíquicos e o desenvolvimento da vontade e capacidades mentais como mensageiros da grande energia espiritual. Yogi Bhajan diz: “Você focaliza sua energia mental em cada centro de consciência e eleva sua consciência, nível a nível, para a mais alta perfeição e a sua kundalini pode ser elevada, para o lótus de mil pétalas.”

Kundalini Yoga - A disciplina de união do poder da consciência e do potencial em cada indivíduo. É um Raja Yoga. Outrora chamada a ciência do poder da serpente (kundalini-shakti), que é fundamental para a tradição tântrica incluindo Hatha Yoga. Na simbologia do Oriente, a serpente representa energia, essência, consciência, rejuvenescimento e o jogo do espírito.

Outros tipo de yoga incluem:

Anabhava Yoga – a disciplina do não-ser: a mais elevada prática yóguica de imersão do ser dentro do Ser sem suporte objetivo.

Ashtanga Yoga – As vezes também escrito Asthanga, a disciplina de oito ramificações descritas por Patanjili.

Dhyana Yoga – A disciplina da meditação. Simran, completude mental e concentração, tudo provém disto.

Guru Yoga – Fundir-se através do foco, rendição e aquisição das virtudes em relação a um professor. Freqüentemente usa uma foto traatik como uma meditação, acrescida para servir de modelo o professor.

Japa Yoga - A disciplina da recitação dos mantras.

Kriya Yoga - a disciplina para trazer ações para uma plenitude e complementação dentro do ser. No Yoga-Sutra de Patanjali ela é mencionada como a prática que combina exercícios de limpeza (tapas). Estudos aprofundados (suadhyaya) e culto consciente de devoção ao único Supremo em tudo (ishuara pranidhana).

Laya Yoga - Fundindo o finito no infinito. O uso do som e mantra com ritmo e uma sensibilidade para sua estrutura sutil. Freqüentemente praticada em grupos.

Nada Yoga - A disciplina do som interior, a vibração primordial.

Sahej Yoga - Prática de um estado de condição de fluidez e graça onde todas as polaridades são vistas para servir ao único. É considerada como parte do Raja Yoga e são, ambos, devocionais e poderosas.

Sâmkhya Yoga – é a disciplina da compreensão clara dentro da natureza das coisas. Uma filosofia de ensinamentos de libertação referida no Mahabharata.

Shakti Yoga - As técnicas em uma abordagem de yoga que dá força, poder e atividade. Ela auxilia nas práticas e ações que desenvolvem o sentimento de potência e habilidade no indivíduo, mais que através das práticas devocionais somente. As abordagens Shakti e Bhakti instruem e complementam uma à outra.

Siddha Yoga - A disciplina de adeptos para desenvolver poderes e capacidades extraordinárias.

Swásthya Yoga – Methodo de Rose.

Tantra Yoga - As técnicas psicofísicas são utilizadas no Tantra para limpar o subconsciente e promover a claridade da alma. Tem vários formas de Tantra Yoga, Tantra Yoga Branco, Tantra Yoga Vermelho e Tantra Yoga Negro. No Kundalini Yoga unicamente a forma Tantra Branco esta usada.

Traatik Yoga - A disciplina de fixar os olhos num objeto sagrado ou retrato do professor.

Yantra Yoga - A disciplina de focar a mente em representações geométricas (yantra) do Cosmos ou de processos energéticos como os chakras.